• Milena Coraiola

Como saber que tratamento o cabelo precisa?

Com tantos produtos para cabelos disponíveis no mercado, é comum ficar em dúvida sobre como saber que tratamento o cabelo precisa. Afinal, a oferta de xampus, cremes, condicionadores e óleos não é pequena.


O que nem sempre levamos em conta, no entanto, é que existem outros fatores que podem influenciar a saúde dos fios e do próprio couro cabeludo. E que nem sempre o uso de produtos que estão à venda nas prateleiras são as melhores soluções para dar força e vitalidade aos fios.


Nossa saúde, nossos hábitos capilares, além do clima e da poluição aos quais estamos expostos são alguns exemplos.




Está em dúvida sobre o que seu cabelo necessita?


Continue a leitura para descobrir se seus fios estão danificados, como vai a saúde do seu couro cabeludo e também como saber que tratamento o cabelo precisa.


Como saber se o cabelo está danificado?


Assim como acontece quando estamos doentes e o corpo dá sinais de que o organismo está debilitado, um cabelo danificado também apresenta sintomas.


Como tricologista, selecionei alguns sinais que vão te ajudar a identificar se seu cabelo está danificado. Dessa forma, fica mais fácil entender que tratamento o cabelo precisa.


1. Cabelos porosos


Mais sensível às condições do clima e ao ressecamento dos fios, os cabelos porosos geralmente possuem fios ásperos e com textura grosseira. Com cutículas abertas, embaraçam com facilidade e não resistem bem a mudanças climáticas, formando frizz.


2. Cabelos ressecados


Passou as mãos pelos fios desembaraçados e percebeu que os dedos não deslizam tão facilmente por eles? Isso geralmente acontece devido ao ressecamento dos fios, quando as células escamosas se erguem ou se quebram.


Cabelos ressecados não conseguem reter água e, assim, ficam com um toque áspero e seco. Com a estrutura danificada, as cutículas se tornam mais irregulares e os cabelos opacos e sem movimento.


Atenção: por mais que pareçam ótimos aliados para o cabelo dos sonhos, chapinha e secador de cabelo em excesso podem agravar o problema. Se esse for o seu caso, evite.


3. Cabelos sem brilho


Outro sinal que o cabelo está danificado é a falta de brilho dos fios.


Com a dificuldade de reter a hidratação em seu interior e falhas em suas cutículas protetoras, as escamas ficam desordenadas. Como consequência, os fios não conseguem refletir bem a luz nem mesmo ao serem escovados.


As principais causas de cabelos sem brilho, em geral, são:

  • falta de hidratação da fibra;

  • falta de nutrientes necessários;

  • irregularidades na distribuição da oleosidade produzida no couro cabeludo por todo seu comprimento.


4. Descamação do couro cabeludo


Quando o couro cabeludo não está com a saúde equilibrada ele fica mais suscetível ao surgimento de problemas como caspa no cabelo.


Uma causa muito comum da descamação do couro cabeludo é o excesso de resíduos depositados sobre ele. Ou seja, não enxaguar corretamente os cabelos após usar produtos como xampus e condicionadores.


Para tratar o quadro é preciso buscar soluções que limpem, purifiquem e refresquem o couro cabeludo, como, por exemplo, shampoo anticaspa.


5. Dificuldade para pentear


Como cabelos fracos têm cutículas danificadas e mais porosas, a dificuldade para pentear os fios é outro sinal de que podem estar danificados.


Fios fracos ficam rugosos, deixando as pontas dos cabelos ressecadas e embolando com mais facilidade.


O que muitas pessoas fazem nessa hora é usar a força para desembaraçar os fios, mas essa prática não é nem um pouco recomendada, pois pode acabar por parti-los.


6. Fios quebradiços


A perda de elasticidade é outra característica de cabelos danificados.


Menos hidratados e com uma estrutura mais fraca, os fios fragilizados não têm a mesma resistência de antes quando são esticados.


Geralmente, é possível perceber isso na hora de desembaraçar os cabelos, prender ou fazer um penteado. Os fios podem se partir, ao longo do comprimento. Se isso acontecer, ligue o alerta.


7. Pontas duplas


Pontas duplas são sinais claros de que os cabelos estão danificados e com a saúde fragilizada.


Como se tratam das partes mais antigas do cabelo, podem já ter passado por alisamentos, colorações, descolorações, usos de chapinha, entre outros fatores. Então, a tendência é que fiquem mesmo enfraquecidas e se abram pontas duplas.


Por isso, a importância de cortar os cabelos periodicamente para que se mantenham saudáveis.



8. Redução de volume


Tinha os fios de cabelo grossos e volumosos e de uma hora para a outra eles perderam volume? Este pode ser outro indício de cabelos danificados.


Cabelos enfraquecidos perdem água com facilidade, ficando mais leves e com menos volume.


9. Queda de cabelo acima do normal


Em média, perdemos de 70 a 100 fios de cabelos por dia.


Percebeu que está perdendo mais cabelo do que o normal? Se notar uma mudança significativa na quantidade de fios de cabelos perdidos diariamente, visite um tricologista.


O especialista em cabelos é a pessoa certa para identificar as causas do problema. Pode ser que esteja com alterações hormonais ou carência de vitaminas.


Como saber que tratamento o cabelo precisa?


Depois de identificar os sinais que a saúde capilar revela, como saber que tratamento o cabelo precisa?


Bem, basicamente existem duas formas de descobrir o que o cabelo precisa: com testes caseiros ou com a ajuda de um tricologista.


1. Com testes caseiros


De longe, o jeito mais fácil de como saber que tratamento o cabelo precisa é fazer testes caseiros.


Conheça alguns deles a seguir:

  • teste da água: coloque um fio de cabelo em uma bacia com água, se afundar o cabelo precisa de reconstrução e se boiar de hidratação;

  • teste da oleosidade: friccione o couro cabeludo e perceba se vai desprender descamação, se sim precisa de cuidados;

  • teste de elasticidade: enrole um fio no dedo e puxe, se ele quebrar após três tentativas está fraco, se quebrar após 4 ou 6 puxadas está médio e se quebrar só depois de 6 tentativas é um fio forte

  • teste de porosidade: finja que vai prender o cabelo e solte, se cair é porque tem movimento, se ficar em 45 graus está em estado médio de porosidade e 90 graus alta porosidade.


Importante: embora sejam fáceis de fazer, testes caseiros para cabelos não substituem um diagnóstico de um profissional como um tricologista.


2. Com a avaliação e diagnóstico de um tricologista


O tricologista é o especialista em cabelos. É o profissional que vai investigar como está a saúde do couro cabeludo e fazer um diagnóstico sobre o tratamento capilar que o paciente precisa.


Esse diagnóstico envolve uma entrevista sobre hábitos capilares, como o uso de produtos e processos químicos nos fios, e também exames específicos. Busca entender o que está incomodando o paciente e, especialmente, o que pode ser feito para que volte a ter cabelos saudáveis.


O tricologista vai olhar desde a resistência dos fios até sua densidade, espessura e condições da raiz do cabelo e do couro cabeludo.



Para dar sequência ao tratamento indicado, entra em cena o terapeuta capilar. É ele quem vai realizar o programa de tratamento recomendado pelo tricologista.


Eletroterapia, fitoterapia, laser de baixa potência e microagulhamento são alguns exemplos de tratamentos oferecidos pela tricologia capilar.


Conclusão


Como você pode ver, não é preciso desespero: o cabelo danificado pode ser tratado sim.


Em muitos casos, uma rotina de cuidados e o uso de produtos indicados por um especialista em cabelos é o suficiente para recuperar a força e a vitalidade dos fios.


Mas é importante lembrar que para ter resultados duradouros, os tratamentos indicados pelo tricologista devem ser contínuos.


E você, curtiu como saber que tratamento o cabelo precisa? Se precisar de ajuda para deixar suas madeixas mais fortes, saudáveis e longe de doenças capilares fale com a gente. Na Belle’s Estética e Laser oferecemos o serviço de tricologia e uma série de tratamentos de terapia capilar. Agende sua consulta!

0 visualização

Rua Francisco Ader 98, Capão Raso, Curitiba - PR

  • Facebook Clinica Belle´s
  • Instagram Belle´s